Atualização COVID-19: Mais informações.

Atualização COVID-19: Mais informações.

Procedimentos de transplante capilar na Turquia durante o Corona

Dr. Balwi com o seu equipamento protegido COVID-19

A epidemia do COVID-19 está atualmente a afetar vidas em todo o mundo. As pessoas que sofrem de queda de cabelo são também impactadas pela crise, uma vez que muitas questões relativas ao transplante capilar na Turquia surgem durante o Corona.

Uma vez que a situação relativa a viagens e medidas de segurança se alterou significativamente, tivemos uma viagem de observação neutra a Istambul.

Dr. Balwi com o seu equipamento protegido COVID-19
desde Fevereiro de 2020 tivemos +8500 pacientes e 0 casos Corona

Corona Updates

desde Fevereiro de 2020 tivemos +8500 pacientes e 0 casos Corona

A viagem à Turquia ainda é possível. Os transplantes capilares acontecerão de acordo com o previsto e sujeitos ao cumprimento de certas medidas.

Entrada na Turquia:

  • Teste PCR negativo, não superior a 72 horas ou.
  • Teste rápido negativo, não superior a 48 horas
  • Preenchimento do formulário online de entrada (duração aprox. 5 minutos)

Viagem de regresso a Portugal:

  • Teste PCR negativo (realizado na própria clínica).

SELINA, Autônoma na área de turismo médico

Selina demonstra a lâmpada UV que destrói as bactérias

No início de julho, recebi o pedido de voar para Istambul como observadora neutra da Elithair. Há tantas pessoas com queda de cabelo que, no momento, não sabem se o procedimento de transplante capilar na Turquia é viável durante a pandemia do Coronavírus, nem se as medidas adequadas de segurança e higiene estão a ser tomadas devidamente.

Tenho muitos amigos que estão a pensar em fazer um transplante capilar. Por isso, senti que me foi oferecida a oportunidade única de ter uma impressão em primeira mão do cenário e partilhar as minhas experiências com pessoas afetadas pela queda de cabelo.

Selina demonstra a lâmpada UV que destrói as bactérias

PLANEAMENTO DA VIAGEM

Antes que a minha jornada pudesse começar, decidi fazer uma investigação minuciosa sobre os preparativos da viagem. Afinal de contas, os processos durante uma pandemia global são diferentes dos procedimentos habituais. Naturalmente, isto aplica-se casi queira fazer o seu transplante capilar durante a pandemia do Coronavírus em um país diferente.

O meu primeiro ponto de contato foi o Ministério dos Negócios Estrangeiros, a fim de obter informações importantes sobre os preparativos de viagem a Istambul.

A proibição de entrada de cidadãos alemães já tinha sido levantada em 11 de Junho de 2020. A Turquia segue um conceito rigoroso de turismo e higiene, de modo que uma viagem seja perfeitamente segura. Além disso, o governo turco realiza um teste PCR obrigatório à partida para garantir ainda mais segurança.

“(….) sob as condições de estrita adesão ao conceito abrangente de turismo e higiene ordenado pelo governo turco.”

Isto inclui um teste PCR obrigatório para todos os viajantes na Turquia dentro de 48 horas antes da partida de regresso à Alemanha (…). Isto é controlado pelas autoridades turcas”.

O Instituto Robert Koch confirmou que os testes PCR também são reconhecidos na Alemanha, por exemplo. Dessa forma, você está do lado da segurança com um resultado negativo do teste.

O teste tem de ser realizado não mais de 48 horas antes da entrada. Os testes biológicos moleculares (testes PCR) são atualmente aceites por todos os estados da União Europeia e pelos estados listados abaixo. (…) Se não tiver sido feito nenhum teste antes da entrada, é possível ser testado após a entrada na Alemanha.

E só para ter a certeza absoluta, verifiquei também com o ADAC (Clube Automóvel Alemão) relativamente a uma viagem à Turquia durante a pandemia. Mais uma vez, foi-me assegurado que não há proibição de viagem a Istambul e que será realizado um teste de Corona obrigatório na altura da partida.

As fontes que visitei são fiáveis e forneceram-me informações importantes que tornaram possível planear a minha viagem.

PARTIDA MEDIDAS NO AEROPORTO

foto mostrando um avião da Turkish Airlines

Depois de tudo ter sido planeado e de todas as precauções terem sido tomadas, dirigi-me ao aeroporto, sempre de olho na exibição dos casos de Coronavírus na Turquia. Isto ajudou-me muito a estimar se a situação atual tinha melhorado ou piorado.

Para a minha viagem à Turquia durante a pandemia de Coronavírus, decidi voar com a Turkish Airlines. A companhia aérea tem uma reputação muito boa e foi a minha primeira escolha.

foto mostrando um avião da Turkish Airlines
Início do procedimento de embarque da Turkish Airlines

EMBARQUE NO AVIÃO

Início do procedimento de embarque da Turkish Airlines

É obrigatório cobrir a boca e o nariz com uma máscara quando se entra no edifício do aeroporto. Em geral, o aeroporto estava apenas moderadamente cheio, pelo que a área de embarque não estava muito tomada. A Turkish Airlines parte atualmente duas vezes por dia de Estugarda para Istambul. De Berlim é ainda mais frequente.

Não há mais papelada ou questionários relativos ao vírus a preencher, pelo que pude fazer o check-in de forma relativamente rápida e descontraída. O pessoal também foi simpático e prestativo.

MÁSCARAS FACIAIS E DISTANCIAMENTO SOCIAL

uma mulher sentada num aeroporto usando uma máscara e respeitando a distância de segurança

É obrigatório usar sempre uma máscara facial, não só no edifício do aeroporto em Estugarda, mas também durante todo o voo e à chegada ao aeroporto em Istambul. Além disso, os higienizadores de mãos são fornecidos a cada passo do caminho.

Foi muito reconfortante ver que cada pessoa no meu voo seguiu as instruções de segurança e usou uma máscara. Especialmente durante o voo, isso cria uma sensação especial de segurança. É claro que a máscara pode ser removida para comer e beber no avião.

Se decidir voar para a Turquia durante a pandemia do coronavírus, não precisa se preocupar muito com o distanciamento social. As medidas de segurança já estão indicadas e reforçadas onde quer que vá, nos terminais, nas áreas de espera e no próprio avião.

uma mulher sentada num aeroporto usando uma máscara e respeitando a distância de segurança
um homem caminha pelo corredor do avião

DURANTE O VOO

um homem caminha pelo corredor do avião

Assim que estiver no avião, você receberá um formulário. Terá de preenchê-lo ali mesmo, uma vez que os comissários de bordo o voltarão a recolher mais tarde. Entre outras coisas, será perguntado que países visitou durante os últimos 14 dias. Desta forma, é mais fácil determinar como é que a infecção pode ter-se espalhado, se o seu teste der positivo em algum momento.

CHEGADA AO AEROPORTO DE ISTANBUL

de passageiros que saem do avião no aeroporto de Istambul

Uma das primeiras coisas que notei imediatamente à chegada a Istambul foi a equipa de limpeza. O pessoal já estava lá de pé, prontamente para limpar o avião, enquanto os passageiros ainda estavam a sair. Cada membro da equipa estava a usar uma máscara facial e até vestimentas de proteção total. Mais uma vez, senti-me aliviada pela forma como todas essas medidas de segurança e higiene estavam a ser levadas a sério.

Devo também mencionar que o Aeroporto de Istambul é o primeiro aeroporto do mundo a receber a nova acreditação sanitária da ACI (International Airports Council). Especialmente em tempos da pandemia de Covid-19, esta informação é tranquilizadora e cria muita confiança.

Dentro do aeroporto, instalaram até mesmo uma estação com câmaras térmicas escondidas para medir a temperatura de cada passageiro. O que me parece ser uma grande e muito sensata medida adicional de segurança. Em seguida, o controlo de passaporte procedeu como sempre e decorreu sem quaisquer complicações.

E, finalmente, mesmo ao recolher a bagagem, todos mantiveram o distanciamento social instruído de 2 metros. No momento em que eu viajei, nenhuma bagagem de mão era permitida no avião, mas isso não me causou qualquer problema, uma vez que, de qualquer forma, eu só tinha uma mala grande.

No total, apenas cerca de 60 outras pessoas se sentaram comigo no avião, o que foi muito relaxante para mim. Foi apenas um voo curto de cerca de 2 horas, e passou incrivelmente rápido e silencioso. Para ser honesta, esperava mais restrições, mas senti-me bastante confortável e relaxada durante o voo.

de passageiros que saem do avião no aeroporto de Istambul
o motorista cumprimenta Selina à chegada ao aeroporto

SERVIÇO DE SHUTTLE VIP DA ELITHAIR

o motorista cumprimenta Selina à chegada ao aeroporto

Como já me havia informado sobre a política de máscara obrigatória na Turquia, sabia que tinha de usar sempre a minha máscara em ruas abertas e em edifícios fechados. Assim, eu simplesmente mantive a minha máscara posta quando pisei fora do edifício do aeroporto. O meu motorista pessoal da Elithair já estava à minha espera.

A distância de segurança também foi mantida durante a saudação. Fui imediatamente conduzida até à clínica sem qualquer outro paciente no carro ou qualquer forma de contato com outras pessoas.

O que gostei particularmente no serviço é que o motorista era muito profissional e educado. Senti-me simplesmente bem tratada e reparei que os funcionários da Elithair receberam formação profissional no que diz respeito ao seu comportamento durante o período da pandemia do coronavírus.

CHEGADA À CLÍNICA MEDIDAS DE SEGURANÇA A UM NÍVEL ELEVADO

um scanner infravermelho que mede a temperatura corporal.

Todos os nossos pacientes de transplante capilar na Turquia são conduzidos diretamente para a clínica Istinye Üniversitesi Hastanesi. Na clínica, podem obter uma primeira visão geral do edifício super moderno da clínica, e são introduzidos a todas as medidas específicas de higiene e segurança.

Desde o surto da COVID-19, o governo turco adotou uma variedade de regulamentos e medidas para conter o vírus. A Elithair também adere rigorosamente a essas medidas, tal como já experimentei em primeira mão.

um scanner infravermelho que mede a temperatura corporal.

OBRIGAÇÃO DA MÁSCARA NA CLÍNICA

um paciente Elithair usando uma máscara cirúrgica

Uma vez dentro do edifício, cada paciente é obrigado a usar uma máscara facial. Quando puxei a minha máscara para baixo por um breve momento, fui imediatamente lembrada através do sistema de alto-falantes na clínica que tinha de cobrir completamente a boca e o nariz em todos os momentos.

Um sistema de aviso integrado com tecnologia de câmera detecta automaticamente quando os pacientes não seguem as regras. O sistema funciona sem falhas e garante, assim, um grande padrão de confiabilidade e segurança em toda a clínica, em tempos de Corona.

MEDIÇÃO DE TEMPERATURA

um scanner infravermelho que mede a temperatura corporal.

Uma outra medida de segurança que a Elithair tomou é uma medição automática da temperatura corporal. Foram instalados dispositivos de medição de última geração na clínica para determinar a temperatura de cada paciente.

Se a temperatura não estiver dentro do intervalo normal, os médicos são imediatamente informados. Para pacientes de transplante capilar na Turquia durante a pandemia do coronavírus, este é um procedimento importante para prevenir possíveis infecções por COVID-19.

um scanner infravermelho que mede a temperatura corporal.
foto de um doseador de higienizador de mãos

HIGIENIZADORES DE MÃO

foto de um doseador de higienizador de mãos

É claro que há dispensadores com higienizador de mão em toda a parte. Devido ao elevado número de dispensadores, é quase impossível esquecer-se de desinfectar e limpar as mãos.

É importante assegurar-se de que o líquido seja cuidadosamente passado durante pelo menos 30 segundos. Não só nas palmas das mãos, mas também entre os dedos e nas costas das mãos. Mais vale prevenir do que remediar.

A EQUIPE ELITHAIR ESTABALECE UM BOM EXEMPLO

uma mulher pede informações na recepção da clínica Elithair

Para mim, era também muito importante ver que a equipa médica seguia as regras de saúde usando máscaras faciais. Como observadora neutra, posso confirmar que durante toda a minha estadia em Istambul, cada membro da equipa usou uma máscara e manteve a distância de segurança necessária.

Ao viajar para a Turquia durante a pandemia do Coronavírus para o procedimento de transplante capilar, você quer sentir-se seguro e protegido. A equipa da clínica deu-me sempre a sensação de estar nas melhores mãos.

uma mulher pede informações na recepção da clínica Elithair
Pacientes sentados na sala de espera da clínica Elithair

DISTÂNCIA DE OUTROS PACIENTES

Pacientes sentados na sala de espera da clínica Elithair

Para além de usar uma máscara facial, é importante manter sempre a distância mínima em relação a outros pacientes. Durante a minha visita, reparei que vários sinais e instruções de segurança foram colocados na área de espera e nos corredores para lembrar a todos de segui-los em conformidade.

Mesmo que a liberdade de movimento seja um pouco restrita, estas medidas são eficazes e protegem os pacientes de transplante capilar na Turquia durante a pandemia do Coronavírus.

AS SALAS DE TRATAMENTO

Pude ver que a higiene e a limpeza eram levadas muito a sério. As salas tinham sido recentemente limpas e todos os instrumentos foram esterilizados para garantir que cada paciente pudesse ter o seu tratamento efetuado em segurança sob as medidas do Coronavírus.

Especialmente em tempos de COVID-19, tais precauções de segurança são absolutamente necessárias. A Elithair leva a situação atual muito a sério e desenvolveu um conceito de higiene perfeito a este respeito.

Uma sala de operações na clínica Elithair onde são realizados transplantes capilares
Selina demonstra a lâmpada UV que destrói as bactérias

LÂMPADA- UV CONTRA VÍRUS E BACTÉRIAS

Selina demonstra a lâmpada UV que destrói as bactérias

Um utensílio particularmente importante em todas as salas de tratamento é a chamada lâmpada UV. O calor resultante mata com sucesso bactérias e vírus. Isto assegura que as salas estão limpas, higiénicas e em perfeitas condições para cada paciente.

O utensílio é frequentemente utilizado na higiene hospitalar, uma vez que os germes evitam os raios solares e a radiação UV penetra no material genético dos vírus, matando-os assim.

DESINFECÇÃO EFICAZ DAS SALAS COM EQUIPAMENTO DE ÚLTIMA GERAÇÃO

desinfecção da sala de transplante capilar

Doze horas antes do procedimento de transplante capilar, todas as salas de tratamento são desinfectadas por pessoal de limpeza treinado durante a pandemia do Coronavírus. Isto é feito com grande atenção aos detalhes para assegurar que tudo esteja perfeitamente limpo, higiénico e seguro para o paciente.

Notei imediatamente que a limpeza e a higiene são uma prioridade máxima. Fiquei incrivelmente satisfeita ao ver o quanto está a ser feito para garantir que todos os pacientes se sintam seguros durante a crise do Coronavírus.

Para além da limpeza manual, está a ser utilizado equipamento de desinfecção ultra-moderno durante a pandemia do Coronavírus antes de um transplante capilar na Turquia. Tais máquinas garantem que cada canto da sala seja desinfectado, limpo e livre de germes.

Não são poupados custos e esforços durante a pandemia para realizar todos os transplantes capilares seguintes num ambiente seguro.

desinfecção da sala de transplante capilar
Quarto de hotel de luxo incluído no pacote Elithair

SITUAÇÃO DE HIGIENE NOS HOTÉIS

Quarto de hotel de luxo incluído no pacote Elithair

Depois de estar convencida de que os regulamentos de higiene na clínica são do mais alto nível, quis saber sobre os hotéis onde os pacientes serão alojados durante a sua estadia em Istambul.

As empresas hoteleiras estão cientes de que a segurança dos seus hóspedes é a prioridade. Por isso, também elaboraram um grande conceito de higiene.

Tanto o Ramada by Wyndham como o Hotel Nidya possuem certificados oficiais relativos à segurança dos hóspedes do hotel.

CHECK-IN

existem termómetros sem contacto no hotel para medir a temperatura

À chegada ao hotel, toda a minha bagagem foi imediatamente desinfectada e a temperatura dos pacientes de transplante capilar é medida à chegada ao local, durante a pandemia de coronavírus.

Dependendo do hotel, é utilizado um termómetro clínico sem contato ou uma câmara fotográfica para medir a temperatura.

No entanto, o procedimento de check-in é completamente normal. Você informa os seus dados de contato e, além disso, será questionado sobre onde esteve nos últimos 14 dias. Medidas de precaução bastante simples, que já fazem parte do procedimento normal em tempos de Corona.

existem termómetros sem contacto no hotel para medir a temperatura
há uma máscara cirúrgica gratuita em cada quarto de hotel

O QUARTO DO HOTEL

há uma máscara cirúrgica gratuita em cada quarto de hotel

Durante a minha estadia em Istambul, fiquei hospedada no Hotel Nidya. O meu quarto tinha sido completamente desinfectado antes de eu poder entrar nele. Pelo cheiro do desinfectante, percebi que tinha sido completamente limpo. Cada hóspede recebe também um kit de higiene composto por uma máscara facial e um higienizador de mãos.

Os quartos são bem ventilados, o que é importante em tempos de Corona. A minha experiência no hotel foi incrivelmente positiva e gratificante.

O buffet de pequeno-almoço está disponível?

Graças à minha profissão em turismo médico, pude viajar para vários países e, claro, pude experimentar os buffets de pequeno-almoço de todos os hotéis. Infelizmente, não é permitido oferecer um buffet durante a pandemia.

Em vez disso, a comida é servida aos hóspedes num prato. Isto é lamentável, mas é necessário porque é preciso evitar o contacto próximo entre os hóspedes do hotel.

Mas o serviço de pequeno-almoço no hotel funcionou maravilhosamente, não tive de esperar muito pela minha refeição deliciosa e pude começar o dia fortalecida e satisfeita. É claro que é obrigatório o uso de máscara facial no restaurante do hotel, exceto ao comer.

Atividades de lazer em Istambul

Ainda é possível visitar várias atrações turísticas em Istambul. Especialmente se estiver aqui como paciente para cirurgia de transplante capilar na Turquia durante a pandemia do Coronavírus, poderá querer sair para jantar à noite ou simplesmente apreciar a linda cidade e as suas belas atrações turísticas.

Infelizmente, não fiquei muito tempo e, portanto, não tive tempo suficiente para explorar a cidade, mas perguntei por aí e descobri que certos passeios ainda se realizam – claro que sempre em conformidade com as medidas de segurança. É preciso ter sempre em mente que o uso de uma máscara facial é sempre obrigatório na Turquia. Mesmo que apenas se queira ir buscar um lanche em um restaurante.

TRANSPLANTES CAPILARES NA TURQUIA DURANTE A PANDEMIA DO CORONAVÍRUS

Dr Balwi em conjunto com um membro da equipa Elithair a verificar um paciente após um transplante capilar

Como eu própria não queria fazer um transplante capilar, mas sim ter uma visão geral das medidas de higiene no local, perguntei ao médico chefe Dr. Abdulaziz Balwi se seria possível ter uma conversa com ele. Eu estava especialmente interessada no que mudou durante a pandemia e na forma como o processo de transplante capilar na Turquia durante a pandemia do Coronavírus está atualmente a ser realizado.

Dr Balwi em conjunto com um membro da equipa Elithair a verificar um paciente após um transplante capilar

ENTREVISTA COM O DR. ABDULAZIZ BALWI

SELINA:

Boa tarde, Dr. Balwi. Espero que esteja bem. Muitas pessoas estão preocupadas com a atual pandemia e muitas perguntam se é mesmo seguro viajar para a Turquia para tratamentos capilares?

BALWI:

Boa tarde. Sim, estou bem. Espero que esteja a gostar da sua estadia aqui em Istambul. Estamos satisfeitos por você estar aqui para ter uma impressão pessoal das medidas de higiene no local. Como já viu por si só, desenvolvemos um conceito de higiene perfeito que dá aos nossos pacientes a proteção necessária e mostra que levamos a situação bastante a sério.

SELINA:

Sim, estou a gostar. Devo confessar que estou super entusiasmada por ver as medidas existentes que a Elithair implementou para fazer transplantes capilares na Turquia tão seguros durante a pandemia. A medição automática da temperatura e a intensa limpeza das salas de tratamento são especialmente impressionantes.

BALWI:

(rindo) Fico feliz por ouvir isso..

SELINA:

Pode explicar-me brevemente como é o procedimento atual para transplantes capilares? Há alguma mudança em relação ao período anterior à pandemia?

BALWI:

Bem, agora fazemos um teste para COVID-19 antes de cada procedimento. Este é então válido por 48 horas. Cada paciente recebe de nós um documento que confirma que o teste foi realizado aqui. Recomenda-se que também seja feito outro teste à partida. Os resultados estão disponíveis dentro de algumas horas.

APosteriormente, realiza-se a consulta preliminar, na qual examinamos a situação individual do cabelo do paciente. Desenhamos a linha do cabelo ideal para o paciente e marcamos os locais onde iremos transplantar as raízes capilares. Depois decidimos qual a técnica de tratamento que conduzirá a um resultado final ideal.

As nossas equipas médicas são especializadas em todas as técnicas de transplante capilar. O moderno e inovador método DHI é especialmente utilizado na Elithair. Com este método, podemos alcançar a máxima densidade capilar e a maior taxa de crescimento.

SELINA:

Isso é interessante. Portanto, todos estes passos têm lugar antes do tratamento propriamente dito. E o atual processo de transplante capilar na Turquia mudou durante o Corona?

BALWI:

Naturalmente, prestamos mais atenção às medidas de higiene e esterilizamos todos os nossos instrumentos com uma precisão ainda maior. Além disso, estamos a aumentar a nossa utilização de materiais descartáveis para manter elevados padrões de limpeza.

Relativamente ao processo de transplante capilar na Turquia, durante a pandemia do coronavírus, aplicamos a anestesia como habitualmente antes do procedimento. Utilizando o moderno método Comfort-In, a operação é muito mais confortável. Temos connosco um especialista experiente na área da anestesia para levar a cabo esta etapa.

SELINA:

Desculpe interrompê-lo. Será que entendi corretamente? Para cada etapa do tratamento, há uma equipa de peritos para realizar a tarefa?

BALWI:

Isso é correto. As etapas de trabalho são partilhadas. A razão para tal é óbvia. Para alcançar o melhor resultado possível no transplante capilar na Turquia durante a pandemia do Coronavírus, é necessária uma equipa experiente de especialistas, e cada um tem o expertise nas suas respectivas áreas.

SELINA:

Muito bem, estou a ver. E o que acontece após a anestesia?

BALWI:

Uma vez que a anestesia se instala, e discutimos as etapas finais de coordenação com a equipa, o tratamento propriamente dito pode começar.

WComo já foi mencionado, o método de transplante capilar DHI está a ser cada vez mais utilizado. Neste método, as raízes capilares da área doadora são primeiro extraídas utilizando o método de transplante capilar FUE. Depois, os folículos recolhidos são preparados para a chamada caneta Choi. Com este instrumento, é possível implantar os folículos diretamente na área receptora – sem a necessidade de uma abertura de canal separada.

SELINA:

O que é que isto significa precisamente para o paciente?

BALWI:

Conseguimos agora alcançar uma taxa de crescimento mais elevada e um crescimento capilar mais denso. Ao mesmo tempo, não há praticamente cicatrizes e o período de recuperação é mais curto do que com outros métodos.

SELINA:

A falar de recuperação: Será que a Elithair também inclui um exame de acompanhamento?

BALWI:

Claro que sim. Após o procedimento, o paciente deve primeiro ter calma. No dia seguinte ao procedimento, temos uma breve consulta de revisão na nossa clínica comigo e com a minha equipa. Discutimos com o paciente exatamente aquilo a que ele precisa de prestar atenção durante toda a fase de recuperação.

Também distribuímos produtos de cuidados e medicamentos aos pacientes. Além disso, os pêlos são crescidos pela primeira vez. Assim, o paciente sabe exatamente o que fazer para que o transplante capilar na Turquia durante a pandemia do Coronavírus seja um sucesso completo.

Durante os próximos 12 meses, o paciente terá também uma consultoria pessoal, na qual discutiremos quaisquer questões ou sugestões relativas ao progresso do crescimento do cabelo.

SELINA:

Muito obrigada. Esta foi uma conversa altamente esclarecedora. Foi interessante obter esta informação em primeira mão. Obrigada mais uma vez ao Dr. Balwi por ter tido tempo para falar comigo.

BALWI:

Obrigado pela sua visita e por ter obtido uma impressão em primeira mão das nossas medidas de segurança e higiene. Aproveite a sua estadia em Istambul e desejo-lhe um voo de regresso em segurança.

Selina faz a viagem de regresso de Istambul

A VIAGEM DE REGRESSO AO AEROPORTO

Selina faz a viagem de regresso de Istambul

Após a conversa esclarecedora com o Dr. Balwi, a minha estadia em Istambul, infelizmente, terminou. O meu motorista pessoal, fornecido pela Elithair, acabou de me levar do hotel de volta para o aeroporto. A viagem de regresso foi adaptada à pandemia e, em vez de um aperto de mão como saudação, o motorista fez-me uma reverência e pediu-me para embarcar no vaivém VIP.

Eu tinha passado 3 dias maravilhosos em Istambul e fiquei um pouco triste por o tempo ter passado tão rapidamente. Pude ver com os meus próprios olhos as medidas de segurança da Turquia e, especialmente, as da clínica Elithair. Isto deixou-me otimista sobre o todo o processo.

ASSEGURANDO QUE O SEU TRANSPLANTE CAPILAR NA TURQUIA, DURANTE A PANDEMIA DO CORONAVÍRUS, SEJA SEGURO

Dr Balwi com a equipa de transplante de cabelo Elithair

A pandemia do COVID-19 está a ser gerida diariamente na Turquia da forma mais eficaz possível para que os pacientes possam ter um transplante capilar com total paz de espírito neste período.

Eu não tinha imaginado que a minha viagem à Turquia fosse tão relaxada como foi. Todo o pessoal era altamente profissional e cuidou muito bem de mim. Não tive qualquer tipo de stress e, graças ao impressionante conceito de higiene, nunca tive qualquer preocupação com o Corona.

Espero que com este relatório de experiência como uma observadora neutra possa tirar o medo que algumas pessoas têm em relação ao procedimento durante a pandemia.

Além disso, fiz também um vídeo informativo sobre este tema, que pode ser encontrado aqui.

Dr Balwi com a equipa de transplante de cabelo Elithair