Haartransplantation in der Türkei

Correção da cicatriz FUT

Correção da cicatriz FUT

Avaliação de cicatrizes FUT para obter resultados perfeitos


Os transplantes de cabelo de qualquer tipo devem ter como objetivo procurar os melhores resultados sem deixar cicatrizes. No caso dos métodos modernos, os folículos normais transplantados não deixam nenhuma cicatriz.

No entanto, outros métodos como o transplante de unidades foliculares (FUT) pode fazer com que permaneçam visíveis os acessos à região do enxerto, por meio de pequenas cicatrizes ou marcas.

Estas cicatrizes são geralmente pequenas, mas podem interferir no aspeto visual. Com a nossa correção de cicatrizes e técnica FUT, podemos eliminar estes efeitos secundários desagradáveis e proporcionar um resultado perfeito.

O método de eliminação da cicatriz utilizado irá depender de muitos fatores. Depende, também, da quantidade de tecido que deve retirar-se para uma boa correção da cicatriz. Inclusive o cirurgião mais experiente tem que eliminar o tecido cicatricial e fechar o tecido que restou.

Pequenas cicatrizes podem eliminar-se desta maneira, sem necessidade de uma intervenção cirúrgica maior, mas cicatrizes maiores representam um compromisso da Elithairtransplant, o que pode também requerer um tratamento adicional depois da correção do transplante capilar anterior.

Se o desejo é submeter-se a uma correção de cicatriz com a utilização da técnica FUT, terá que se submeter antes da intervenção cirúrgica à uma avaliação exaustiva sobre as possibilidades de fazer com que tais cicatrizes desapareçam para sempre.

Avaliação de Cicatrizes FUT
tratar cicatrizes apos tratamento FUT

É assim que tratam as cicatrizes com a técnica FUT


Afirmar que em todos os casos anteriores de pacientes e com o método FUT, as cicatrizes desaparecem para sempre com o método FUT pode ser um engano.

Os nossos cirurgiões estão há anos nesse segmento e fazem este tipo de intervenções cirúrgicas todos os dias.

Em muitos casos, resta o tecido da cicatriz e não é possível eliminá-lo cirurgicamente. Em consequência, produz-se uma cavidade de tecido que deve fechar-se como for possível, para que não seja visível no futuro.

Na maioria dos casos, trabalhamos com a chamada cicatriz doadora linear. Usa-se o cabelo adjacente em forma de pequenos folículos. Estes são transplantados diretamente para a cicatriz.

O processo funciona para cicatrizes maiores, imediatamente depois da sua eliminação, ou para cicatrizes pequenas, diretamente sem cirurgia prévia.

As cicatrizes pequenas têm a vantagem de que o tecido, nesse ponto, não endureceu.

Assim, pode ser implantado diretamente para ocultar, neste ponto referente aos cabelos dos doadores. Como com todos os tipos de enxerto de capilar, tem que se esperar um pouco até que os novos cabelos cresçam. Logo que isto acontecer, as cicatrizes não serão mais visíveis.

Proposta gratuita