Transplante capilar – Tudo o que você precisa saber

Cabelo antes do enxerto de cabelo na Elithair
Cabelo após enxerto de cabelo no Elithair

Um transplante capilar é uma cirurgia de restauração capilar que consiste em uma técnica na qual unidades foliculares são extraídas de uma área doadora e transplantadas cuidadosamente para uma área receptora, que é a área afetada pela calvície.

Distinguimos entre métodos de extração e métodos de implantação. Como método de extração, o método FUE é considerado o melhor, enquanto para a implantação DHI, Sapphire e o SDHI exclusivo da Elithair são as técnicas mais eficazes.

O transplante capilar é o método mais eficaz para combater a alopecia androgenética (AGA) e é particularmente adequado para homens e mulheres. As técnicas modernas oferecem uma experiência sem dor, resultados excepcionais e uma recuperação fácil e rápida.

Iniciar análise capilar

Como é efectuado um transplante capilar?

Dr Balwi, diretor médico da clínica Elithair em Istambul, Turquia.icono-play-pausa

O seu capilar começa com a preparação do seu cabelo utilizando o nosso kit NEO FUE, que você receberá antes de partir para Istambul.

Esta nova técnica desenvolvida pelo Dr. Balwi contém 2 séruns especiais e um dermaroller que fortalecem os folículos e preparam o cabelo para o tratamento.

O sérum é aplicado tanto na área doadora quanto na receptora 7 dias e 1 dia antes do transplante capilar. Este produto contém importantes nutrientes que aumentam a taxa de crescimento capilar em até 98%.

Extração de unidades foliculares

Comparação de técnicas de fut e fue

Os métodos de extração desempenham um papel crucial no transplante capilar e as técnicas utilizadas atualmente são a Extração de Unidades Foliculares (FUE) e o Transplante de Unidades Foliculares (FUT). A técnica FUT também é conhecida como FUSS.

A técnica FUE consiste na extração individual dos folículos pilosos da área doadora usando uma agulha oca equipada com um pequeno motor, que geralmente tem um diâmetro inferior a um milímetro (0,8-0,9 mm). Este método geralmente deixa pequenas marcas circulares na área doadora que são quase imperceptíveis.

Por outro lado, a técnica FUT consiste na dissecção de uma tira de couro cabeludo da área doadora, seguida da extração das unidades foliculares da tira e, posteriormente, da implantação individual delas na área receptora. Esta técnica deixa uma cicatriz linear que pode ser coberta pelo cabelo circundante.

A técnica FUE tem várias vantagens, como pequenas marcas de extração que não são perceptíveis, o tempo de cicatrização é muito mais rápido porque não é necessário suturar e a possibilidade de extrair cabelo de outras partes do corpo. Por outro lado, a técnica FUT deixa uma cicatriz importante na área doadora, demanda um período de recuperação muito mais longo e existe um risco maior de danos aos nervos da área doadora.

Na Elithair, apenas utilizamos o método FUE para a extração das unidades foliculares e, por isso, os nossos transplantes capilares não deixam cicatrizes nos nossos pacientes.

Implantação de folículos

A escolha do método mais adequado para implantar as unidades foliculares durante o seu transplante depende de muitos fatores. Por isso, é essencial receber aconselhamento de um especialista antes de tomar uma decisão.

A equipe da Elithair mostrará de forma transparente quais tratamentos para a queda capilar são os mais adequados para você e por quê.

Transplante Capilar DHI

  • Instrumento especial CHOI-Pen
  • Sem abertura de canal separado
  • Processo de cura rápido: 6-8 dias

Campo de aplicação:

  • Densificação do cabelo
  • Coroa
  • Fumadores e pacientes mais velhos
  • Cabelos de espessura mediana
Para a técnica DHI

Transplante Capilar Safira

  • Lâminas de safira esterilizadas
  • Abertura do canal em forma de V
  • Processo de cura rápido: 10 dias

Campo de aplicação:

  • Entradas
  • Linha do cabelo
  • Áreas completamente calvas
  • Cabelos de espessura mediana
Para a técnica Safira

Transplante capilar SDHI

  • Método combinado de Safira e DHI
  • Exclusivo para pacientes da Elithair
  • rocesso de cura rápido: 10-12 dias

Campo de aplicação:

  • Densificação do cabelo
  • Coroa & Linha do cabelo
  • Entradas
  • Exclusivamente para mulheres
Para a técnica SDHI

Quem é um bom candidato para um transplante capilar?

Pessoa apta para transplante capilar na Elithair
Não é um bom candidato para transplante capilar na Elithair

Geralmente, homens e mulheres com alopecia são bons candidatos para um transplante capilar. A calvície comum, também conhecida como alopecia androgenética, é o tipo de perda de cabelo mais comum em homens. É uma queda de cabelo relacionada à genética e aos hormônios sexuais masculinos. Embora afete mais os homens, esse tipo de alopecia hereditária também afeta as mulheres, embora com padrões diferentes.

Para ser um bom candidato para um transplante capilar, é necessário ter um couro cabeludo saudável. Por um lado, é preciso ter cabelo saudável suficiente na área doadora para que possa ser transplantado para as áreas afetadas pela calvície. Por outro lado, a área receptora do couro cabeludo também deve ser adequada e não apresentar doenças de pele que possam dificultar o crescimento do folículo implantado.

A maioria dos pacientes que desejam recuperar o cabelo com um transplante capilar são candidatos adequados. No entanto, alguns pacientes não devem se submeter a um transplante por diversas razões.

A chave para identificar e excluir pacientes que não são bons candidatos para o transplante capilar é realizar um exame de saúde geral e uma análise do couro cabeludo completa. Para garantir que você seja um bom candidato, na Elithair usamos nosso Sistema Pré-Teste, que inclui 6 exames médicos antes do seu transplante capilar.

Iniciar análise capilar

Riscos e efeitos colaterais

Riscos dos enxertos capilares: cicatrizes.
Riscos dos enxertos capilares: sangramento.
Riscos dos enxertos capilares: infecção.

O transplante capilar é um procedimento seguro, mas existem alguns possíveis riscos e efeitos colaterais que os pacientes devem levar em consideração.

A cicatrização é uma das preocupações mais comuns entre os pacientes. No entanto, com o moderno método FUE, as feridas cicatrizam rapidamente e deixam apenas cicatrizes microscópicas que são quase imperceptíveis, mesmo com o cabelo curto.

Outro possível efeito colateral é o sangramento. É normal haver um sangramento leve na área doadora no primeiro dia após o procedimento. Na verdade, esse sangramento contém apenas 2% de sangue, pois o restante é a solução salina injetada durante o transplante.

Após a cirurgia, podem aparecer pequenos pontos vermelhos no couro cabeludo como resultado da implantação das unidades foliculares nos canais abertos na área receptora. Esses pontos geralmente desaparecem algumas semanas após o transplante. É importante ressaltar que essas pequenas feridas não causam dor e, normalmente, são semelhantes às causadas por um arranhão. No entanto, se houver sinais de infecção, como aumento da dor, vermelhidão ou secreção, deve-se consultar um médico imediatamente.

Também pode ser sentida uma leve pressão no couro cabeludo após um transplante capilar. A maioria de nossos pacientes descreve uma dor de cabeça leve que pode ser tratada eficazmente com analgésicos. Os incômodos geralmente desaparecem após alguns dias, o que permite voltar ao trabalho ou realizar atividades cotidianas sem problemas.

Como a dor é evitada em um transplante capilar?

Anestesia de um transplante capilar

O transplante capilar é uma intervenção cirúrgica que pode causar inquietação para muitas pessoas devido à dor que implica. No entanto, hoje em dia existem métodos para aliviar esta dor e proporcionar aos pacientes uma experiência agradável. A Elithair oferece um procedimento projetado especificamente para pacientes que se preocupam com a anestesia: o método Sleep-Deep.

No início da operação, o paciente recebe sedação para que entre em um sono profundo de 15 minutos. Durante esse tempo, o anestésico local é aplicado no couro cabeludo. Quando o paciente acorda, o transplante capilar começa, garantindo 0% de dor.

Como ficará minha área doadora após o transplante capilar?

Área doadora após transplante capilar

Área doadora

Área doadora após enxerto capilar

Área doadora

Área doadora após enxerto de cabelo

Área doadora

A área doadora precisa de tempo para se regenerar completamente. As pequenas feridas causadas pela extração dos folículos capilares geralmente cicatrizam em alguns dias ou semanas. Com o tempo, a área doadora volta a crescer cabelo e, esteticamente, as marcas das extrações não são perceptíveis.

Se, após algum tempo, o cabelo da área doadora continuar caindo, pode ser devido à perda de choque. Este fenômeno ocorre quando o cabelo natural não transplantado cai. Geralmente ocorre ao redor das áreas doadora ou receptora, pois são as partes que podem ser afetadas pelo estresse da operação.

Fotos de antes e depois

Quanto tempo leva a recuperação após um transplante capilar?

Processo de recuperação do transplante capilar na Elithair

O transplante capilar é uma operação não-invasiva, o que permite que o processo de recuperação seja rápido e os pacientes possam desfrutar de um cabelo mais denso em questão de meses.

Alguns dias após o procedimento, as feridas começarão a cicatrizar formando crostas que cairão por conta própria. O avermelhamento temporário nas áreas tratadas é uma parte normal do processo e se resolve em muito pouco tempo.

Se as recomendações do pós-operatório forem seguidas, as crostas cairão e a cicatrização será completada 12 dias após a operação. Normalmente, não se notará nenhuma diferença entre o cabelo original e o cabelo transplantado. O aplicativo Elithair e nossos especialistas o orientarão e ajudarão a resolver suas dúvidas durante o pós-operatório.

O que deve ser feito para ter um processo de cicatrização tranquilo?

Instruções para os primeiros dias

Luz solar

Luz solar

Sauna e solário

Sauna e solário

Exercício físico

Exercício físico

Natação

Natação

Álcool

Álcool

Produtos cosméticos

Produtos cosméticos

Fumar

Fumar

Depois de um transplante capilar, os pacientes devem seguir as recomendações da equipe médica para garantir os melhores resultados e uma recuperação sem complicações.

Por exemplo, devem-se evitar atividades físicas e esportivas nos primeiros dias. Os movimentos extenuantes podem causar sudorese excessiva e aumentar a pressão arterial, o que pode afetar os folículos. Por isso, deve-se descansar nos primeiros dias após o procedimento.

Outra recomendação a seguir é evitar a luz solar direta. As áreas tratadas são muito sensíveis durante a fase de cicatrização e a exposição solar pode causar irritação e danificar os folículos transplantados.

Para que o processo de cicatrização seja mais suportável, nossa equipe médica e o aplicativo Elithair fornecerão todas as informações sobre os conselhos e cuidados especiais durante o pós-operatório. Nosso aplicativo também enviará lembretes e notificações automáticas por meio do seu telefone celular. Além disso, permitirá que você carregue as fotos do seu pós-operatório para que nossos especialistas monitorem sua evolução.

Como são calculados os custos?

Custos de transplante capilar em Elithair

O custo de um transplante capilar depende de vários fatores, conforme ilustrado no gráfico. A Turquia é um destino especialmente popular e econômico para transplantes capilares.

Após realizar uma análise capilar, você receberá um orçamento individual em uma consulta gratuita e sem compromisso com um especialista da Elithair. Não hesite em nos contatar para obter mais informações e agendar uma consulta.

Mais sobre os custos

Cabelo radiante com a ajuda de uma clínica renomada

Análise de cabelo do paciente Elithair

Um transplante capilar é uma cirurgia minimamente invasiva que permite recuperar o cabelo de forma segura e eficaz. Graças às técnicas modernas, o tratamento é completamente indolor, deixa poucas cicatrizes visíveis e consegue resultados naturais com alta densidade capilar.

No entanto, é importante pesquisar e escolher uma clínica especializada antes de se submeter ao procedimento. Se escolher uma clínica séria e com uma reputação impecável, estará em boas mãos e logo poderá desfrutar de um cabelo radiante.

Se tiver alguma dúvida, pode entrar em contato conosco a qualquer momento e beneficiar-se da ampla experiência da Elithair. Nossos especialistas estão sempre à sua disposição e resolverão qualquer dúvida que você tiver.

Formulário de contato

Informações adicionais

Devo cobrir minha cabeça após o transplante capilar?

Na maioria dos casos, os médicos recomendam cobrir a cabeça por um certo período de tempo após um transplante capilar. O chapéu serve para proteger as áreas tratadas de influências externas como a luz solar, poeira e sujeira. Também ajuda a proteger o cabelo transplantado do atrito e, portanto, apoia o processo de cicatrização.

É importante seguir as instruções da equipe médica e cumprir o tempo recomendado para usar o chapéu. Isso garantirá uma cicatrização bem-sucedida e apoiará os melhores resultados possíveis do seu transplante capilar.

Breve história do transplante capilar até aos dias de hoje
  • 1500 AC: Primeira menção de uma tentativa de restauração capilar no papiro Ebers do antigo Egito.
  • 1897: Dr. Menahem Hodara realiza o primeiro experimento de transplante capilar na Turquia.
  • 1923-1943: Okuda, Sasagawa e outros dermatologistas japoneses fazem experiências com transplantes capilares.
  • 1959: Nos Estados Unidos, o Dr. Orentreich realiza o primeiro transplante capilar com a técnica punch.
  • 1975: O dermatologista e cirurgião de transplante capilar Dr. O’Tar T. Norwood atualiza a Escala de Hamilton para classificar os níveis de calvície masculina.
  • 1977: Dr. E. Ludwig apresenta a Escala Ludwig, um método de classificação de queda de cabelo de padrão feminino.
  • 1988:El Dr. Bobby Limmerinventar a técnica de transplante de unidade folicular (FUT) ou técnica de tira.
  • 1995-2002: Desenvolvimento da técnica FUE pelo Dr. Ray Woods, Dr. Bernstein, Dr. Rassman e Dr. Masumi Inaba.
  • 1999: Introdução da caneta Choi e da técnica DHI.
  • 2007: Dr. Bernstein e Dr. Rassman apresentam transplantes capilares robóticos na reunião da ISHRS.
Quais são os últimos avanços na tecnologia de transplante capilar?

A tecnologia do transplante capilar avançou significativamente nos últimos anos, principalmente com a introdução de procedimentos robóticos e o uso de células-tronco. O transplante capilar robótico envolve a extração e o transplante precisos de folículos pilosos individuais, o que resulta em resultados naturais. No entanto, os procedimentos robóticos podem carecer do toque humano e da experiência necessária para levar em consideração fatores como a direção do crescimento do cabelo e a harmonia estética, portanto, os transplantes capilares manuais realizados por cirurgiões experientes podem ser mais vantajosos.

O transplante capilar com células-tronco é um avanço emocionante no qual células-tronco adultas do próprio corpo do paciente são extraídas e transplantadas para a área calva. Essas células-tronco promovem a regeneração e o fortalecimento do folículo piloso, o que faz com que o cabelo cresça mais grosso e forte. Elas também ajudam a reduzir o tempo de cicatrização e o risco de infecções. Embora o transplante capilar com células-tronco seja relativamente novo, mais pesquisas são necessárias para estabelecer sua eficácia e segurança a longo prazo.

Embora os transplantes capilares robóticos e os procedimentos baseados em células-tronco sejam avanços promissores, os transplantes capilares manuais oferecem vantagens. Cirurgiões experientes podem adaptar o procedimento às necessidades e preferências estéticas específicas, levando em consideração fatores como a direção do crescimento do cabelo, a linha natural do cabelo e a harmonia estética geral, o que permite obter resultados ótimos. O transplante manual permite uma visibilidade direta e uma resposta tátil, o que garante o posicionamento preciso dos folículos pilosos.

Qual é a taxa de sucesso dos transplantes capilares?

Os transplantes capilares são a única solução permanente para combater a calvície hereditária. As taxas de sucesso são um aspecto essencial a ter em conta quando se considera este procedimento cirúrgico para a restauração capilar. Com o avanço da tecnologia e das técnicas, as taxas de sucesso dos transplantes capilares melhoraram significativamente ao longo dos anos.

Em média, a taxa de sucesso de um procedimento de transplante capilar varia entre 80% e 90%. No entanto, é importante ter em conta que os índices de sucesso podem variar em função de vários fatores, como a situação individual do paciente e a experiência do cirurgião.

Com métodos modernos como o transplante capilar NEO FUE exclusivo da Elithair, as taxas de sucesso podem ser otimizadas em até 98%. Também pode beneficiar-se desta inovação do líder de mercado realizando uma análise capilar gratuita e recebendo aconselhamento dos nossos especialistas.

Ao escolher uma clínica de confiança e um cirurgião qualificado, as pessoas podem aumentar as suas chances de sucesso do transplante capilar, o que se traduz num cabelo com aspecto natural e com mais volume, e numa maior autoconfiança.

Quais são os benefícios emocionais e psicológicos dos transplantes capilares?

Um transplante capilar não só aborda o aspecto físico da perda de cabelo, mas também fornece importantes benefícios emocionais e psicológicos às pessoas. A perda capilar pode afetar profundamente a autoestima, a confiança e o bem-estar geral.

De acordo com um estudo realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Indiana em Indianápolis, a alopecia androgenética representa um importante fator de estresse psicossocial e compromete a qualidade de vida dos afetados.

Por isso, os transplantes capilares oferecem a oportunidade de recuperar não apenas a aparência de um cabelo abundante, mas também a segurança e a imagem de si mesmo.

Ao recuperar uma linha capilar natural e um cabelo com mais volume, as pessoas costumam experimentar um aumento dos seus níveis de confiança, o que se traduz em uma melhoria das interações sociais, um aumento da autoestima e uma maior sensação de atratividade. Essa transformação positiva pode ter efeitos de grande alcance em diversos aspectos da vida, como as relações pessoais, as oportunidades profissionais e a qualidade de vida em geral.

O transplante capilar, que pode resolver de forma permanente os problemas de perda de cabelo, fornece às pessoas um renovado senso de identidade que lhes permite enfrentar a vida com renovado vigor e maior segurança em si mesmas.