Haartransplantation in der Türkei

Como aumentar a densidade e o volume capilar

Quantos folículos você precisa para o seu transplante?

✔️ 99% Recomendações
✔️ 100% Confiança
✔️ 100% Clientes Satisfeitos
Consulta grátis

Como aumentar a densidade e o volume capilar

O cabelo humano, tal como outra parte do corpo, é altamente complexo e exige dedicação e conhecimento para que seja saudável. A densidade capilar e o volume capilar são questões importantes quando queremos ter um cabelo bonito, brilhante e volumoso. Existem muitas dúvidas e mitos em torno destes elementos. Uma pessoa que sofre de perda capilar sofre naturalmente com estas questões. A densidade e o volume capilar são fatores muito importantes para a saúde da nossa auto-estima.


O ciclo de vida do cabelo

O cabelo humano tem um ciclo de vida. É uma estrutura viva do nosso corpo e por conseguinte, é necessário cuidar constantemente.

A vida do cabelo é definida por ciclos que se repetem ao longo do nosso crescimento.
Cada ciclo tem três fases:

  1. Fase de Crescimento
  2. Fase de Estabilização
  3. Fase de Queda.

Todas estas fases são normais e comuns a todos, porém mais notória em certas pessoas.

O cabelo nasce e cresce na primeira fase, entra na fase de estabilização em que pára de crescer e nesta altura os folículos capilares ficam mais inativos e com menos facilidade de recuperação e regeneração de novos fios capilares e é aí que surge a queda de cabelo.

A diferença entre densidade e volume capilar

Parecem conceitos muito semelhantes mas na verdade têm algumas diferenças.

Quando falamos de um cabelo saudável queremo-lo que seja denso, volumoso e vibrante.

Afinal o que é a densidade capilar?

Densidade capilar é a quantidade de cabelo presente num centímetro quadrado. O couro cabeludo, em média, varia entre os 175 a 300 fios por centímetro quadrado. Fatores genéticos, características pessoais e género podem determinar e influenciar este quadro.

Então e o volume capilar?

Este, por sua vez, tem a relação direta com a espessura do fio de cabelo. Um couro cabeludo com fios de cabelo mais finos ou mais grossos pode advir de características étnicas e genéticas.

Uma cabeleira africana, por norma, apresenta mais volume capilar, porque os seus fios são mais frisados e cacheados ocupando mais área dando a ilusão de maior densidade. Assim como por exemplo, a descendência de uma família com cabelo farto e forte pode influenciar a que a linha de volume capilar se perpetue.

Previamente, falamos sobre o ciclo de vida dos cabelos.
Mas e que relação tem este processo natural com a queda de cabelo? Que fatores influenciam o estado do nosso cabelo?

As alterações no ciclo de vida do nosso cabelo podem surgir por questões completamente diferentes e causar o mesmo resultado: queda de cabelo.
Cada adulto, de forma variável, perde entre 50 a 100 cabelos por dia. Este evento é perfeitamente normal, pois apenas desta forma o nosso couro cabeludo liberta espaço para novos cabelos. Um processo de renovação constante. São os entre ciclos. Fase de crescimento, fase de estabilização e fase de queda. É quando não conseguimos ultrapassar um ciclo, ganhando novos cabelos e vemos que a queda de cabelo se acentua, que se torna, efetivamente, uma preocupação.

Existe um equilíbrio no nosso corpo que cria toda uma desregulação no couro cabeludo. O que pode acontecer? Intensificação da queda de cabelo, devido a inúmeras adversidades, fatores ambientais, hormonais, etc.
A segunda forma de desregulação de cabelo é a diminuição do crescimento capilar. Vem na sequência da descontinuação do período inativo dos entre ciclos de renovação dos cabelos. Uma fase mais prolongada de hibernação dos cabelos que dá a sensação que nos falta imenso cabelo. E aqui, falamos de densidade capilar.

Ou seja, a mesma consequência, mas causas distintas embora semelhantes. O resultado é o mesmo: menos densidade capilar, menos abundância, menos área coberta de cabelo.

Que outros fatores influenciam o estado do cabelo?

A densidade capilar pode ser tratada com um transplante capilar

O cabelo, muito semelhante à pele, é um tecido extremamente orgânico e vivo que se alimenta todos os dias de minerais, vitaminas como a substância biotina, presente nos frutos secos, laranja, iogurte, abacate, espinafre, ovo, soja, etc. A biotina compõe as vitaminas H, B7 e B8 que são as maiores potenciadoras do crescimento do cabelo, produzindo aminoácidos e gorduras essenciais, aumentando a flexibilidade do cabelo.

Já sabemos que o nosso cabelo sofre quando não estamos bem, quer seja através de uma doença, quer seja por um motivo psicológico. Provavelmente é das primeiras coisas no nosso corpo a dar sinal de alerta. Tratamentos tóxicos, mudanças na alimentação, deficiências vitamínicas, alterações hormonais, stress, baixa auto-estima…afetam verdadeiramente o crescimento do cabelo.

O que mais pode influenciar a densidade e o volume do cabelo?
Alguma vez pensou que as estações do ano poderão também ter influência?
O outono é a altura do ano em que, à semelhança de outros animais, o pêlo humano também muda.

O tempo mais frio, faz aumentar a densidade capilar, que passa pelo reflexo arcaico da nossa constituição mais primitiva mudando a nossa pelagem. A redução solar desta altura, faz com que os folículos passem da fase de estabilização para a da queda mais rápido criando a tal mudança de plumagem, para que se vá preparando para a fase do crescimento.

Como aume ntar a densidade e obter volume capilar?

Hidratação, nutrição e reconstrução são palavras de ordem.

O cabelo tem um ph totalmente diferente da nossa pele. Ph significa potencial hidrogénio e existem três escalas: ácido, neutro e alcalino.

Os valores normais num cabelo saudável rondam os 4.8 ou 5.2 na escala de ph, ou seja, têm ligeiramente um tom ácido.

Cada cabelo tem o seu próprio formato e equilíbrio orgânico. Como tal, temos que perceber que tipo de cabelo temos. Será seco, oleoso ou misto? É liso, frisado, encaracolado? Muito denso, muito volumoso?

A partir daí passamos para a base do tratamento capilar. Hidratação repondo água no couro cabeludo, nutrição através do consumo de lípidos e vitaminas e reconstrução que repõe valores proteicos do cabelo.

Somos, maioritariamente, compostos por água. Mais precisamente cerca de 70%. É muita água.

Portanto, é apenas natural que precisemos de nos nutrir constantemente através da hidratação.

Os cabelos podem reter até 8% de água na sua composição, o que parece uma percentagem baixa, mas que compõe todos os lípidos, ácidos glutamínicos e glicogeno necessário para criar elasticidade e vivacidade ao seu cabelo. Em pareceria com a queretina, a proteína que predomina o nosso couro cabeludo, o colageno é a proteina que fixa os nossos cabelos ao couro cabeludo.

Portanto, todos os elementos naturais do nosso cabelo pedem bons hábitos alimentares e a dose certa de consumo de água.

Utilização frequente de cabeleireiro, de produtos químicos e tóxicos, ou mudanças bruscas de tintas e experiências extravagantes bem como o uso de secador ou da famosa chapa para alisar, podem seguramente estragar o seu cabelo a longo prazo.

Exposição solar excessiva, ao vento ou ao frio extremo podem também danificar o couro cabeludo.

Ampolas vitamínicas podem surgir como uma tábua de salvação.

São os milagrosos frasquinhos para obter bons resultados durante um tratamento de hidratação.

Enriquecidos com vitaminas e nutrientes reparadores, ajudam a fortalecer o cabelo e inclusive a potenciar o crescimento de novos cabelos.

No entanto, pode não resultar da melhor forma para todas as pessoas.

Um detox capilar? Mais que uma moda, os detox vieram para ficar, todos dias ganham mais adeptos.

É acessível e parece efetivamente funcionar.

O que é um detox capilar? Aumenta a densidade capilar? Promove o volume capilar? Como?

O conceito passa pelo objetivo de limpar o cabelo. Libertar o cabelo de químicos e impurezas, para que haja mais oxigenação do couro cabeludo e por conseguinte, melhor ativação dos folículos pilosos.

Tratamento anti-queda com laser, é na verdade a fototerapia com luz de baixa intensidade que promove a estimulação de crescimento capilar através do próprio organismo fibroso.

É um tratamento não invasivo e não químico sem quaisquer efeitos secundários.

E por último, mesoterapia.

Um tratamento mais complexo, cujo procedimento consiste na introdução de um medicamento na derme. Estimula o couro cabeludo, promovendo o aumento da densidade capilar.
Pode, eventualmente, não resultar.

São alguns dos tratamentos da densidade capilar e do volume do cabelo.

Se nada resultar a longo prazo, deve tomar uma decisão sobre o problema. Consultar um médico na área dos transplantes capilares poderá ser a sua solução.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Mais sobre o assunto

Queda de Cabelo