Haartransplantation in der Türkei

Quais as causas da queda de cabelo difusa?

Quantos folículos você precisa para o seu transplante?

✔️ 99% Recomendações
✔️ 100% Confiança
✔️ 100% Clientes Satisfeitos
Consulta grátis

Quais as causas da queda de cabelo difusa?


Perder cabelo é sempre uma situação complicada. E a queda de cabelo difusa embora não se apresente como uma calvície total, tem um impacto grande emocionalmente, visualmente e socialmente.

Associamos quase sempre problemas de queda capilar aos homens, mas na verdade a alopecia afeta ambos os sexos.

O que é isto de queda de cabelo difusa? Há tratamento?

A alopecia difusa é a perda de cabelo progressiva que afeta homens e mulheres, mas que não produz uma calvície total. O aspeto fraco e sem vida de um cabelo devido a este problema causa um grande transtorno a nível social e de autoestima.

Quem está neste momento a passar por esta situação revê-se nesta instância.

No entanto, as causas da queda de cabelo difusa têm efetivamente tratamento.

Mas para encontrarmos uma solução adequada, vamos tentar compreender alguns motivos que causam este problema.

Reunimos algumas das causas da queda capilar difusa:

  • glândulas endócrinas (hipertiroidismo ou hipotiroidismo)
  • medicação
  • menopausa, gravidez (alterações hormonais)
  • alimentação ou ausência de vitaminas
  • stress
  • perda de peso significativa
  • doenças
  • histórico familiar

Concluímos então que, a alopecia difusa pode ter várias origens que desencadearam a queda de cabelo. O que posso esperar enquanto sintomas? Como é este processo?

O nosso cabelo passa por três fases diferentes durante o seu ciclo de vida:

  1. anágena: o folículo capilar está ativo e o cabelo cresce;
  2. Catágena: o fio pára de crescer, desconecta-se da base do folículo e solta-se do couro cabeludo;
  3. Telógena: o fio está pronto para cair sozinho, puxado pelo pente, tufos na almofada ou empurrado pelo fio novo que começa a nascer abaixo dele.

Resumindo, o eflúvio telógeno é a fase crítica em que os fios capilares começam no término do ciclo de vida e estão a cair de forma mais intensa.

O que o eflúvio telógeno faz é aumentar a proporção de fios que se encontram na fase telógena e por isso a ausência de cabelo começa a ser um problema notório e quase impossível de disfarçar.

Se a queda de cabelo é também um processo natural do ciclo de vida capilar, como é possível caírem tantos cabelos de um dia para o outro?

Muitas pessoas testemunham que a mudança por vezes é brusca e nota-se logo a falta de cabelo. E é nesse momento que procuram ajuda e tratamento adequado.

Qualquer perda de cabelo é grave e pode ter consequências enormes.

O homem tem efetivamente maior predisposição genética e hormonal para a calvície na fase adulta. Muitos homens ficam perplexos quando sempre tiveram um cabelo forte e saudável e a partir de uma certa altura o cabelo perde toda a sua vitalidade e brilho e nunca mais volta a ser o mesmo.

Se for esse o seu caso, provavelmente sofre de alopecia difusa e aceitar que tem uma condição médica para a qual é preciso encontrar tratamento é o primeiro passo.

Se o seu cabelo nunca tiver sido um motivo de grande orgulho e atrativo porque sempre foi escasso, fraco e irregular, o mais provável é que sofra de alopecia difusa mais grave, mas poderá ter também a solução de que precisa.

No caso da mulher, a alopecia difusa feminina pode surgir como maior evidência após certos eventos: alterações hormonais (pílulas, gravidez, pós parto, problemas de tiroide); doenças graves ou traumas físicos (febres altas, infeções, cirurgia); doenças psicológicas (stress severo, choque emocional); desordens alimentares (bulimia, anorexia, dietas radicais, deficiências nutricionais, excessso de suplementação de vitaminas); o uso de medicação (beta-bloqueadores, anticoagulantes, retinoides, algumas vacinas) e doenças crónicas (lupus, problemas renais ou hepáticos).

Se algum destes motivos é o seu caso, existem opções, há tratamento.

Como as causas podem ser várias, uma boa abordagem diagnóstica é fundamental.

O médico deve ter toda a história clínica da sua saúde para definir o quadro terapêutico.

Uma boa examinação do couro cabeludo e do tipo de fio capilar, poderá ajudar a determinar se existem causas associadas como caspa, dermatite ou seborreia.

Todos os exames são válidos e cruciais para encontrar o problema e decidir o tratamento da alopecia difusa.

Se o paciente for saudável e sem qualquer tipo de doença associada, indica a potencialidade de ter plena recuperação e voltar a ter novamente a sua figura.

Também existem estimuladores de crescimento capilar para a alopecia difusa que aceleram esta recuperação.

Tratamentos

escovar demasiado o cabelo provoca perda capilar

Uma vez detetada a raiz do problema podemos concentrar o nosso foco na solução: o tratamento mais adequado.

A grande questão: a alopecia difusa tem cura?

No geral, a alopecia difusa tem cura dependente da causa. O que significa que, traçando o prognóstico com eficiência permitirá agir com competência e encontrar a melhor solução.
E apesar de muitos esforços com estimuladores de crescimento de cabelo ou outros tratamentos, por vezes o transplante capilar é mesma a única solução para si.
O sucesso desta cirurgia reflete-se muito mais que num novo cabelo, reflete a oportunidade de voltar a sentir-se completo e feliz.

O que pode fazer para ajudar a condição?

Reduza o stress. O pensamento positivo defende que uma das grandes ferramentas que possuímos é criar uma verdadeira motivação. Encontre a sua. Coma melhor. Investigue quais os alimentos que ajudam a prevenir os sintomas. Pratique exercício físico diário. Invista num hobbie terapêutico, como yoga ou acupuntura. Ou simplesmente leia mais, empodere-se na conexão com a natureza numa meditação. Experimente coisas novas saudáveis. Experiências felizes potenciam mecanismos de sensações de alegria libertados pelos nossos neurotransmissores.

Informe-se sobre a doença. Informação é poder. Liberte-se da tensão combatendo a ansiedade sobre os efeitos negativos na sua vida.

Se tiver tentado todas estas recomendações ou outras inclusive e sentir que a doença continua a progredir, é o momento certo para procurar outro caminho.

O transplante capilar é, efetivamente, o único tratamento com resultados eficazes e com sucesso a longo prazo.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Mais sobre o assunto

Queda de Cabelo